+55 11 3758.5870 - 55 11 9.9961.8727

Eventos

Encosmética participou da Comissão Organizadora do 29º Congresso Brasileiro de Cosmetologia

compartilhar facebook Twitter
 
CONGRESSO_ABC_2016-44O 29º Congresso Brasileiro de Cosmetologia, organizado pela Associação Brasileira de Cosmetologia, foi concluído no dia 12 de maio de 2016, em São Paulo e teve uma repercussão imensamente positiva, segundo depoimentos dos participantes.
 
O tema deste ano “Criatividade e Inspiração: o poder da transformação” acertou em cheio ao alertar para o comportamento esperado durante a crise vivida no país para que uma empresa ou profissional se torne relevante no mercado. Existe a necessidade urgente de inovação que é esperada do setor, que deve alcançar os consumidores por meio de produtos que ofereçam estímulos, sensações e experiências únicas.

E a Encosmética colaborou para decisões importantes do evento, desde a escolha do tema do Congresso e do conteúdo de palestras, dos palestrantes magistrais e do fórum de repelentes: Enilce M. Oetterer atuou na Comissão Organizadora como Coordenadora dos Palestrantes Magistrais e como Coordenadora do Fórum de Repelentes, após o grande sucesso obtido pela sua Coordenação no Workshop de Marketing da edição anterior do Congresso Brasileiro de Cosmetologia, em 2015.
 
Por essas razões, o conteúdo oferecido durante os três dias de congresso apostou em atualidades e tendências em pesquisas e tecnologias, além de contar com grupos de palestras temáticas sobre assuntos que estão em alta, como repelentes e dermocosméticos.
 
CONGRESSO_ABC_2016-395Neste contexto, o Fórum de Repelentes foi pensado após a intensa procura por informações sobre essa categoria de produto cosmético devido ao surto de dengue, zika e chikungunya que acomete várias regiões do Brasil desde 2015.  Sob coordenação de Enilce M. Oetterer, também membro da Comissão Organizadora desta edição do Congresso, e João Hansen, atual presidente da ABC, o fórum dispôs de quatro palestras que abriram o evento no primeiro dia, em 10 de maio. A primeira delas foi apresentada pelo entomologista João Paulo Correia Gomes, do Senac, e tratou sobre o mosquito Aedes aegypti e as três doenças transmitidas pela sua picada. Silvana Nakayama, da Merck, prosseguiu a programação com informações sobre formulações para repelentes com Ir3535. Na sequência Ricardo Azzini, da HallStar-Fortinbrás, definiu todo o contexto para o desenvolvimento de um repelente (resoluções a serem seguidas, ativos repelentes permitidos, requisitos de segurança e eficácia, além de indicar as preferências dos consumidores ao escolher um produto) para atingir o objetivo inicial da sua palestra: sugerir a utilização de ingredientes derivados de oliva em formulações repelentes. Por fim, as palestras do fórum foram encerradas com a ilustre participação especial de Ethel Cardoso Freitas, especialista em Regulação e Vigilância Sanitária da ANVISA, que abordou os aspectos regulatórios desse produto, incluindo informações importantes sobre o uso de repelentes por gestantes.
 
CONGRESSO_ABC_2016-417A programação seguiu com a primeira palestra magistral do congresso, que foi proferida por Majella Lane, diretora da UCL Skin Research Group, da University of London, que discutiu sobre os métodos alternativos para segurança e eficácia de cosméticos em sua apresentação “Desenho racional da formulação”, que traz como orientação principal que haja uma liberação efetiva das substâncias ativas na pele em formulações cosméticas, para que esta seja considerada eficaz e satisfatória. Na palestra, foram fornecidos exemplos que demonstram que a liberação ideal dos ativos na pele é selecionada com base na combinação entre polaridade e solubilidade. Por fim, foi realçada a importância emergente de técnicas que provam como o veículo é distribuído sob e sobre a pele.
 
CONGRESSO_ABC_2016-153A segunda palestra magistral aconteceu ainda no primeiro dia do evento, no início da tarde, e chamou a atenção do público por sua temática inovadora nesses tempos de crise. Michel Alcoforado, antropólogo renomado e proprietário da Consumoteca, discorre sobre “Um novo olhar sobre o consumo”, que aponta, em uma via de mão dupla, estratégias para as marcas atuais se sobressaírem, levando em conta a percepção de mudanças e tendências sócio-culturais atuais, além de identificar o consumo como um fenômeno capaz de explicar a sociedade contemporânea. Como ponto alto da sua palestra, proferiu sobre o movimento crescente de empoderamento feminino e a oportunidade de marcas se aproveitarem disso como estratégia de marketing: o discurso do seu negócio deve fazer sentido para o consumidor, fazê-lo se sentir compreendido e incitar desejos que culminem na compra.
 
CONGRESSO_ABC_2016-513Para abrir o segundo dia do evento, mais uma palestra magistral, do publicitário  global Renato Meirelles, sócio diretor do Instituto Data Popular, que foi propiciada pela Cosmetic Innovation: “Atitudes e comportamento dos novos consumidores brasileiros neste cenário de crise”. Renato citou o empoderamento do consumidor nas últimas décadas, dados sociais e afirmou que os brasileiros estão mais exigentes em suas compras. Valeu-se de características e comportamentos de grupos, pensando em seus diferentes poderes aquisitivos, para se criar personas coerentes com o público alvo do produto, o que elevaria os resultados dos negócios. Assim como Michel Alcoforado, apontou para o empoderamento da mulher como ponto chave para se obter sucesso nas vendas. Por fim, definiu estratégias de sucesso para se conectar com o consumidor e com a experiência de compra durante uma época de crise econômica.
 
Outra atração oferecida foi a Mesa de Dermocosméticos, que, sob coordenação de Alberto Keidi Kurebayashi, da Protocolo Consultoria, contou com a participação de dois grandes nomes sobre o tema: Dr. Sérgio Schalka, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, e Rodrigo Kurata, da IMS Health. Durante a Mesa de Dermocosméticos, foram apresentados apontamentos dos estudos de segurança e eficácia, além de inúmeros dados de mercado dessa categoria de produtos. Por fim, também foi exposta a necessidade de se atentar às demandas específicas dos diferentes grupos de consumidores dos dermocosméticos para se ter sucesso nas vendas.
 
CONGRESSO_ABC_2016-1041O início da tarde do segundo dia do congresso, 11 de maio, se deu com a palestra magistral de Gustavo Dieamant, do Grupo Boticário, “Inovação e criatividade no desenvolvimento de produtos cosméticos”, que definiu pontualmente inovação e criatividade, para então correlacionar ambas ao processo de desenvolvimento de qualquer produto, incluindo os cosméticos. Utilizou-se de afirmações concisas e rígidas, que deram um ar de aconselhamento, como a de que inovação e criatividade podem e devem acontecer em qualquer lugar, mas que nem todos são bons naquilo que fazem. Foram abordadas, de forma objetiva, boas práticas relacionadas à geração de ideias, a modelos de criatividade pré-estabelecidos e praticados por companhias, além de ser sugerido o exercício criativo e novas propostas relacionadas ao tema.
 
CONGRESSO_ABC_2016-686O terceiro e último dia teve início com a quinta palestrante magistral, Maria Luisa Pérez, da Universidad Autónoma Metropolitana do México (UAM-X), que, tendo como base a sua pesquisa, dissertou sobre a correlação entre neurociência e o papel social do cosmético, sob a ótica do aumento da confiança emocional de crianças carentes em situações vulneráveis, como orfanatos, creches e escolas no México. Foi possível concluir que a utilização de produtos de higiene e limpeza por essas crianças, além de prevenir doenças e manter a higiene (função original dos cosméticos), aumentou significantemente a confiança emocional de se apresentar-se limpo e asseado frente a pessoas que pudessem vir a ser bem feitores ou possíveis pais adotivos (função neurosocial dos cosméticos).
 
CONGRESSO_ABC_2016-857Para fechar o congresso, Bernhard Fink, antropólogo evolucionista da Universidade de Göttingen, profere sua palestra magistral “O que é a beleza? Perspectivas de um cientista evolucionista”. Bernhard inicia sua palestra afirmando que a sociedade julga a atratividade e faz inferências da aparência física alheia seguindo um determinado padrão e que as pesquisas afirmam que existe um acordo entre tais julgamentos. Assinala-se que o interesse humano na morfologia facial e corporal – e as percepções sociais evocadas pelas características físicas – não são nem arbitrárias e nem culturais, mas refletem adaptações moldadas pela seleção sexual. O palestrante abordou as causas, mecanismos e percepção do dano crônico do sol na pele, considerando a obsessão humana por uma aparência jovem e saudável um facilitador da adoção de estratégias de proteção solar nos próximos anos.
 
Na sequência, deu-se início à Cerimônia de Premiação, na qual os cinco melhores trabalhos de cada categoria (científico oral e e-poster) foram mencionados pela Comissão Científica, formada por André Baby, Silvia Mussolini e Erica Bighetti Ribas, sob coordenação de Ana Carolina Ribeiro. A partir dos conteúdos destes trabalhos, é possível avaliar em quais temas e sob quais perspectivas as principais universidades do país estão realizando suas pesquisas sobre cosmetologia.
 
CONGRESSO_ABC_2016-876
Na categoria e-poster, corroborando as considerações sobre neurociência da palestrante magistral mexicana Maria Luisa Pérez, o trabalho vencedor foi para a autora principal Iris Ramos Torres Giovanini, da UFRJ, e teve como título “Desenvolvimento e avaliação de uma maquiagem corretiva fotoprotetora para pacientes portadores de vitiligo”.CONGRESSO_ABC_2016-883
 
Na categoria científico oral, indo de encontro aos ideais proferidos pela palestrante magistral inglesa Majella Lane, o primeiro lugar foi para o autor principal Silas Arandas Monteiro e Silva, da UNIFESP – com co-autoria de alunos da USP-Ribeirão Preto e UNICAMP – com o trabalho “Iontoforese catódica: estratégia tecnológica para otimizar a retenção cutânea de antioxidantes”.
 
CONGRESSO_ABC_2016-1389Por fim, durante a Cerimônia de Encerramento, a Comissão Organizadora do tradicional Congresso Brasileiro de Cosmetologia, formada este ano por Ricardo Azzini, Ana Carolina Ribeiro, Enilce M. Oetterer e Renato Santos, despediu-se oficialmente do Transamérica Expo Center e anunciou o seu novo local de realização para o próximo ano: o recém inaugurado São Paulo Expo.
 
Após o imenso sucesso deste ano, convidamos a todos a participarem do congresso do próximo ano. A 30ª edição do Congresso Brasileiro de Cosmetologia já está com tema confirmado - “Inovação e tendências: a influência do consumidor” – e acontecerá entre os dias 23 e 25 de maio de 2017, no São Paulo Expo.
 
 
 
Depoimento de congressistas sobre o 29º Congresso Brasileiro de Cosmetologia:
 
“Dentro da programação do Congresso, vários assuntos relevantes foram abordados, inclusive pautas relacionadas à inovação de pesquisas de substâncias no universo de cosméticos, novidades sobre embalagens e também maquinários pertinentes a este meio. O congresso trouxe uma proposta que considero inovadora, pois oportunizou agregar conhecimentos que referem desde uma abordagem sobre matérias primas, até a importância do individuo dentro das organizações. Aproveito para elogiar a organização do evento e também a ABC- Associação Brasileira de Cosmetologia pela oportunidade dada aos alunos, que como eu, agregaram novos conhecimentos”. - Alexandre dos Santos Silva – estudante da Faculdade Oswaldo Cruz
 
 
 

Fotos



He went on to produce his own watches a few years later, and replica watches the Rolex name came about in 1908. In about 1920 he moved to Bienne, Switzerland to open Montres Rolex S.A., which is when everything really begun. Just six years later the brand's hallmark product family would be released. One thing is notably absent from the 1926 Rolex Oyster replica watches. The trademark crown logo is missing. Rolex didn't come up with the crown logo until the early 1930s, but you can see that on one of the pieces the Rolex name was presented in the same font and style that it is in today. You'll also notice the replica watches uk fluted bezel, which is also a hallmark of Rolex design on today's Datejust and Day-Date models (among others) This was part of replica watches the patented water-resistance system employed in the Rolex Oyster. Hermetically sealed, the Rolex Oyster was innovative not just for being able to be taken into the water, but for resisting a range of replica watches sale liquids and particles such as dust from entering the case.