+55 11 3758.5870 - 55 11 9.9961.8727

Artigos

MMA lança guia sobre patrimônio genético

compartilhar facebook Twitter
Povos indígenas, comunidades tradicionais e agricultores familiares agora têm texto de referência sobre a Lei 13.123/15.

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) lança uma publicação voltada para povos indígenas, povos e comunidades tradicionais e agricultores familiares que trata do novo marco legal do patrimônio genético, do conhecimento tradicional associado e da repartição de benefícios.

O documento inclui o texto da Lei nº 13.123/2015, que dispões sobre o tema e regulamenta partes da Convenção sobre Diversidade Biológica, e o Decreto nº 8.772/2016, que regulamenta a Lei.

Segundo a secretária de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável do MMA, Juliana Simões, a intenção desse guia é informar, numa linguagem clara e simples, a toda a sociedade e em especial aos povos indígenas, povos e comunidades tradicionais e agricultores familiares os direitos e as obrigações para acessar o patrimônio genético.

"Conhecer a Lei nº 13.123/2015, os seus direitos e suas obrigações, é fundamental para proteção dos conhecimentos tradicionais. A Lei também estabelece uma forma justa de se repartir os benefícios, ao acessar patrimônio genético que provenha do conhecimento tradicional", explicou Juliana Simões.

O texto da publicação foi elaborado por um grupo de trabalho, criado no âmbito da Comissão Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais (CNPCT), em 2015, com o objetivo de elaborar um material de fácil acesso e compreensão para os segmentos tradicionais diretamente afetados pelo novo marco legal.

O material deve ser levado às comunidades, "principalmente até aquelas que já estejam vivenciando processos de acesso ao seu conhecimento tradicional associado", declarou a analista ambiental Mariana Roberta da Silva, do Departamento de Extrativismo do MMA.

Acesse o guia Patrimônio Genético, Conhecimento Tradicional Associado e Repartição de Benefícios.

Por: Letícia Verdi/ Ascom MMA

He went on to produce his own watches a few years later, and replica watches the Rolex name came about in 1908. In about 1920 he moved to Bienne, Switzerland to open Montres Rolex S.A., which is when everything really begun. Just six years later the brand's hallmark product family would be released. One thing is notably absent from the 1926 Rolex Oyster replica watches. The trademark crown logo is missing. Rolex didn't come up with the crown logo until the early 1930s, but you can see that on one of the pieces the Rolex name was presented in the same font and style that it is in today. You'll also notice the replica watches uk fluted bezel, which is also a hallmark of Rolex design on today's Datejust and Day-Date models (among others) This was part of replica watches the patented water-resistance system employed in the Rolex Oyster. Hermetically sealed, the Rolex Oyster was innovative not just for being able to be taken into the water, but for resisting a range of replica watches sale liquids and particles such as dust from entering the case.