+55 11 3758.5870 - 55 11 9.9961.8727

Artigos

Indústria de cosméticos da África do Sul terá alterações na legislação de rótulos

compartilhar facebook Twitter
A indústria de beleza na África do Sul está se preparando para mudanças regulatórias como resposta a uma proposta recentemente apresentada pelo governo para a consulta pública.
 
O ministro da Saúde Aaron Motsoaledi está liderando a revisão, que envolve alterações à regulamentação da rotulagem de cosméticos no país.
 
O objetivo é permitir uma melhor "supervisão regulatória" em cosméticos para varejo na África do Sul, de acordo com as sugestões que foram publicadas recentemente no Diário do Governo, e alinhar o país aos padrões internacionais.
 
Detalhes da revisão
 
O regulamento mais recente para cosméticos no país foi publicado em 1972, e já não cumpre a sua finalidade, de acordo com o BD Live.
 
Na verdade, muitas tinturas de cabelo para varejo na África do Sul são tecnicamente ilegais, uma vez que estes produtos possuem ingredientes que são proibidos pela legislação histórica.
 
Os planos para a revisão abordarão estas questões, bem como a proibição de termos como “provado clinicamente” ou “recomendado por médicos” em embalagens cosméticas, sem a sua devida comprovação científica.
 
Tais planos visam também preencher a lacuna atual na legislação que não obriga que os ingredientes de um produto sejam exibidos em seus rótulos.
 
Motivação
 
BD Live cita o Secretário de Medicamentos do Departamento de Saúde do país, Joey Gouws, que explica a motivação do governo para que as alterações sejam feitas.
 
Se você olhar para o nosso público sul-africano, você notará que eles podem ser realmente vulneráveis, se você vê as palavras “clinicamente comprovado” ou que “médicos recomendam”, você pensará que trata-se de um produto seguro”, afirma Gouws.
 
“Se não houver dados científicos ou comprobatórios que tenham sido pesquisados por um médico ou não houver dados clínicos que provem que “elimina rugas”, por exemplo, então você está enganando o público”.
 
As mudanças já estão abertas para consulta pública de grupos e organismos interessados​​, com a apresentação a ser feita perante o Departamento de Saúde do país nos próximos meses.
 
Fonte: Cosmetics Design Europe

He went on to produce his own watches a few years later, and replica watches the Rolex name came about in 1908. In about 1920 he moved to Bienne, Switzerland to open Montres Rolex S.A., which is when everything really begun. Just six years later the brand's hallmark product family would be released. One thing is notably absent from the 1926 Rolex Oyster replica watches. The trademark crown logo is missing. Rolex didn't come up with the crown logo until the early 1930s, but you can see that on one of the pieces the Rolex name was presented in the same font and style that it is in today. You'll also notice the replica watches uk fluted bezel, which is also a hallmark of Rolex design on today's Datejust and Day-Date models (among others) This was part of replica watches the patented water-resistance system employed in the Rolex Oyster. Hermetically sealed, the Rolex Oyster was innovative not just for being able to be taken into the water, but for resisting a range of replica watches sale liquids and particles such as dust from entering the case.